mantenha-se atualizado

Cadastre seu email para receber insights sobre estratégias digitais. Prometemos não enviar spam!


Cadastre seu email para receber insights sobre estratégias digitais. Prometemos não enviar spam!

Estratégias de marketing digital: por que só site e fanpage não são suficientes

na categoria Marketing Digital 0 comentários
estratégias de marketing digital

Quando se fala em presença online e estratégias de marketing digital normalmente a primeira pergunta é “como é seu site”, seguida de perto por “vocês têm uma fanpage no Facebook?”. É inegável a importância desses dois canais em um plano de ação concreto.

Enquanto o site faz uma comunicação direta, centraliza sua produção de conteúdo e traz credibilidade para a sua empresa, a rede social de Mark Zuckerberg oferece um canal de divulgação e fortalecimento da sua marca ao mesmo tempo que estreita o relacionamento da sua empresa com seus clientes e leads.

Mas colocar todas as fichas das suas estratégias de marketing digital apenas nesses dois canais não é uma boa ideia. Primeiro porque elas te deixam vulnerável a mudanças fora do seu controle. Por exemplo: há menos de uma década o Orkut era imbatível no Brasil. Milhões de pessoas tinham perfis e as combinações de encontros entre amigos eram feitas quase que exclusivamente pela rede social. Mas em pouco tempo o Facebook tomou todo o espaço do Orkut e ainda expandiu seu alcance. Imagina se todo o seu esforço e da sua equipe tivesse sido concentrado apenas no Orkut? Todo o planejamento de marketing da sua empresa correria sérios riscos.

Além disso, fatias relevantes do seu público podem estar mais presentes em outros canais e encontrá-los é sempre vantajoso para o seu negócio.

Canais alternativos para suas estratégias de marketing digital

A internet nos oferece dezenas de canais e possibilidade de colocar em prática nossas estratégias de marketing digital. Mas isso não significa que a sua empresa tem de estar em todas elas para ter um planejamento efetivo e que trará resultados. E essa é justamente uma das belezas do marketing digital: ele é adaptável para todos os tipos de negócio.

O interessante é analisar em quais locais a persona do seu negócio está mais presente e qual é a maneira mais eficiente para se relacionar com ela. Você pode começar com poucos canais e ir crescendo aos poucos para garantir qualidade e recorrência das suas estratégias e ações.

Enumeramos três canais que, além do Facebook e do site, são imprescindíveis para uma boa estratégia de marketing digital independente da área de atuação:

– Blogs

Apesar de serem vinculados, os blogs têm uma função bastante diferente do site e por isso são fundamentais em um bom planejamento de marketing digital. Os posts em blog têm quatro funções primordiais: gerar autoridade de marca, facilitar que você seja encontrado pelas ferramentas de busca (SEO), aumentar o tráfego orgânico para o seu site e garantir conteúdo para a nutrição dos seus leads.

Essa, inclusive, é uma das estratégias de marketing digital mais perenes e sustentáveis. O trabalho de produção e otimização de conteúdo de qualidade continua gerando frutos meses (e até anos) depois da publicação.

– E-mail

Apesar de muitas empresas afirmarem que o e-mail marketing já se tornou obsoleto, as métricas e análises de diversas agências especializadas em marketing digital mostram o contrário. A sua lista de e-mail (se foi conquistada através de LPs e cadastros e não comprada) é composta por pessoas que genuinamente se interessaram pelos seus produtos e serviços. Ou seja, elas já estão propensas a se engajar com a sua marca.

Campanhas de e-mail bem feitas são essenciais para a nutrição de seus leads, o aumento do relacionamento com seus clientes e para estratégias de pós-venda.

– Mídia paga

Mídia paga, ou links patrocinados, é o nome para a publicidade feita em diferentes canais na internet – por exemplo Google Adwords, Bing Ads, Facebook Ads, Pinterest Ads, Instagram Ads, Twitter Ads e muitos outros.

Esse canal é importante para a divulgação do seu conteúdo e o reforço da sua marca no meio online. Além disso, cada uma das plataformas de mídia paga encontra um público diferenciado e tem uma função distinta. O Google Adwords e o Bing Ads são excelentes para ações de curto prazo, uma vez que têm a capacidade de impactar pessoas mais no fundo do funil de vendas. O Facebook, Instagram e Pinterest Ads são mais interessantes para reforço de marca e para promoção de eventos e de conteúdo.

O ideal é, antes de escolher qual canal de marketing digital usar, avaliar se ele é utilizado pela persona da sua empresa. De nada adianta dispor tempo e investimento para uma plataforma pouco acessada e que não mostrará os resultados que a sua empresa espera.

cta-blog

Deixe um comentário

mantenha-se atualizado

Cadastre seu email para receber insights sobre estratégias digitais. Prometemos não enviar spam!


Cadastre seu email para receber insights sobre estratégias digitais. Prometemos não enviar spam!