Marketing de performance: como crescemos 3 vezes o número de inscritos e matrículas na Estácio

|

Marketing de performance: como crescemos 3 vezes o número de inscritos e matrículas na Estácio

Uma das maiores instituições de ensino superior do País, a Universidade Estácio de Sá, chegou à Tekoa por meio da parceria desenvolvida com a Mutant, empresa especializada em customer experience e referência nessa área na América Latina.

Com objetivos ousados, a Estácio buscava um parceiro de marketing de performance para ajudar a instituição a alcançar o número de vagas de graduação disponíveis em mais de 100 cursos. Como a Estácio já tinha uma estrutura de captação própria e complexa, a Tekoa passou a atuar como um canal de vendas, operando em todas as etapas do funil de vendas.

A estratégia de marketing de performance para a Estácio

O projeto de marketing de performance para a Estácio precisava dar resultados no número de matrículas. A metodologia da Tekoa, focada em customer experience, aliou inteligência e personalização, o que simplificou a jornada de compra para cada aluno e contribuiu para o alcance da meta estabelecida.

A gestora de projetos, Bruna Reginato, afirma que “era necessário gerar matrículas de maneira inteligente – o produto certo para o aluno certo, e fizemos isso comunicando com cada aluno de maneira personalizada. Criamos réguas de conversão conforme o seu interesse e momento da jornada, integrando diferentes canais digitais”.

Em cada ciclo são criadas mais de 300 campanhas de Google, Facebook e Instagram segmentadas por curso e região. Com o apoio de data analytics foi possível acompanhar o desempenho de cada curso por região, qualificando o tráfego gerado para as páginas dos cursos conforme o nicho e o perfil do aluno interessado.

Além do marketing de performance, a Tekoa investiu forte na experiência do usuário. Bruna afirma que “o objetivo era gerar uma boa experiência para o candidato. Quando ele entra na página de inscrição e passa por todo o processo, a experiência precisa ser fluida e gerar um sentimento positivo. Nós redesenhamos o fluxo de inscrições para que essa jornada fosse mais fácil. Também criamos landing pages que eram ativadas de forma automática conforme o perfil do aluno e a sua etapa no funil. Isso nos ajudou a aumentar a taxa de conversão e reduzir o custo por inscrito (CPL)”.

marketing-de-performance-como-transformamos-leads-em-matriculas-estacio-tekoa-figura1
Modelo de landing page

 

A experiência omnichannel também foi fundamental para a jornada do candidato e, consequentemente, para o alcance das metas do projeto nos ciclos 2018/2 e 2019/1. Foram criadas réguas de conversão para as diferentes etapas do funil – interessados, carrinho abandonado, faltosos, classificados, matrícula e outros –, onde o candidato recebia as informações por e-mail, SMS, WhatsApp ou telefone.

Com uma estratégia multicanal e um squad dedicado e focado no segmento educacional, foi possível aumentar as taxas de conversão e reduzir o custo de aquisição. Toda a estratégia desenvolvida é operacionalizada dentro da Tekoa CX Platform, uma ferramenta própria para operação do marketing de performance. Com ela é possível acompanhar a evolução dos resultados e criar novas campanhas sem gerar novos custos adicionais para o cliente.

Resultados obtidos com o marketing de performance

A Tekoa alcançou resultados extraordinários nesse projeto. O custo por inscrito e o custo por matrícula, quando comparados com os números originais da Estácio, comprovam que a metodologia de trabalho focada em customer experience traz resultados significativos. O CPL (custo por inscrito) e o CAC (custo por matrícula) final da Tekoa ficaram aproximadamente 80% menores quando comparados aos números médios da Estácio em canais semelhantes.

No período 2018/2 foram realizadas 16.067 inscrições e em 2019/1 foram 54.737 inscrições. Em número de matrículas no ciclo 2018/2 foram 1.199 matrículas e no ciclo 2019/1 a Tekoa alcançou o resultado de 7.178 matrículas. Um crescimento 3 vezes maior quando comparados os ciclos de 2018 e 2019. Mayara Rinaldi, líder do squad educacional e gestora do projeto Estácio na Tekoa, comenta que “o ciclo 2018/2 foi importante para entendermos o cenário e nos preparar para o ciclo 2019/1 com novas campanhas e ações que fossem ainda mais ao encontro da expectativa do aluno. Por isso alcançamos resultados tão expressivos”.

Mayara também salienta que as estratégias precisam estar sempre em avaliação para que seja possível errar rápido e acertar rápido. Para o ciclo 2019/2 ela prevê novas ações, como o aprimoramento da experiência na jornada de compra, implementação de data layer (camada de dados) para aprimorar a visão dos dados de inscritos e matriculados e otimizar as campanhas, aplicação de AI (inteligência artificial), abrir novos canais de captação e interação com o aluno entre outras ações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre seu e-mail para receber conteúdos